Bota na Mesa | Infraestrutura e tecnologia

30/01/2018
COMPARTILHE

A competitividade da agricultura familiar depende de uma série de recursos que garantam a produção e a distribuição dos alimentos de forma eficiente e segura. Exemplos importantes a serem mencionados envolvem soluções de infraestrutura e tecnologia, como maquinário e espaço para processamento, frota refrigerada, estradas bem cuidadas e acesso a internet. 

Em termos de infraestrutura, em especial no âmbito logístico, as estradas precárias, o alto custo do transporte terceirizado e a baixa disponibilidade de frota refrigerada são alguns dos aspectos que fazem com que esta etapa da cadeia se transforme em um gargalo para o escoamento da produção, muitas vezes inviabilizando o negócio.

No que se refere à tecnologia, pode-se pensar em soluções que endereçam desafios da cadeia, tornando-a mais eficiente e inclusiva, por meio de inovações muitas vezes trazidas por startups e “agtechs”. Podem atuar tanto no campo, como softwares de agricultura de precisão, quanto na interação entre os elos, como sistemas de logística compartilhada e aplicativos para reduzir o desperdício e aproximar as pontas.

O grupo de trabalho focado neste tema irá analisar os desafios relacionados à disponibilidade de soluções de infraestrutura e tecnologia para a agricultura familiar e buscar caminhos que promovam o acesso e a apropriação desses recursos por parte dos produtores familiares, contribuindo para a sua inclusão na cadeia de alimentos.

 

 

Agenda de trabalho

Oficina 2 do GT Infraestrutura e Tecnologia - 24 de Maio de 2018

Oficina 1 do GT Infraestrutura e Tecnologia- 27 de Março de 2018

 

Ponto focal deste grupo de trabalho

Taís Brandão

tais.brandao@fgv.br

 

Mais sobre o assunto

Innovative markets for sustainable agriculture (FAO)

Comunicação digital (HF Brasil)

Logística de frutas, legumes e verduras (IEA)

Logística – por onde passam os produtos hortifrutícolas? (HF Brasil)