Bota na Mesa | Juventude na agricultura

30/01/2018
COMPARTILHE

foto: Diário de um Agricultor

Por que Juventude na agricultura?

Um desafio global da cadeia de alimentos, também fortemente presente no Brasil, é o criar condições e bases para que o campo se torne um lugar atrativo para a juventude da agricultura familiar. São esses jovens, de 15 a 29 anos, que darão continuidade à produção de boa parte dos alimentos consumidos em centros urbanos. Diante de mercados mais competitivos, de limites ecológicos eminentes e de consumidores em busca de alimentos seguros e saudáveis, a juventude da agricultura familiar é um grupo fundamental para tornar o campo um espaço de inovação, tecnologia e sustentabilidade. 

Qual foi nosso objetivo?

Refletir sobre as condições necessárias para que permanecer no campo, levando adiante o trabalho, os saberes e cultura local, seja efetivamente uma opção para a juventude da agricultura familiar e fomentar o empreendedorismo e a autonomia dos jovens.  

Quais desafios discutimos?

Gerir a própria vida, valendo-se de seus próprios meios, vontades e princípios torna-se um projeto desafiador em um contexto de muitas restrições. Elas são em grande parte das vezes relacionadas ao acesso à terra, à internet, a projetos educação adaptados ao campo, ao crédito e à espaços de lazer e socialização. Tais desafios impedem os jovens de refletir efetivamente sobre a viabilidade de ficar no campo, levar adiante a profissão de agricultores familiares, e até empreender novas iniciativas que contribuam para a manutenção dos saberes e da cultura local. Em muitos dos casos, migrar para os centros urbanos e buscar um trabalho assalariado parece ser o principal caminho para uma melhor qualidade de vida. 

 

Veja aqui as diretrizes construídas para este tema.

Encontros do Grupo de Trabalho

Oficina 3 dos GTs - Setembro e Outubro de 2018

Oficina 2 do GT Juventude na Agricultura - 17 de Maio de 2018

Oficina 1 do GT Juventude na Agricultura - 21 de Março de 2018

 

Ponto focal deste grupo de trabalho

Jéssica Castro Chryssafidis | jessica.chryssafidis@fgv.br 

 

Mais sobre o assunto

Food and Agriculture: driving actions across the 2030 agenda for sustainable development (FAO)

Mão de obra rural no setor hortifrutícola (HF Brasil)

Estudo de competências para o jovem agricultor familiar (FGVces)