FGV/EAESP: Ministros da Fazenda e do Meio Ambiente falam sobre as principais mudanças para o país com a INDC brasileira

Joaquim Levy e Izabella Teixeira vão tratar das políticas públicas necessárias aos setores estratégicos do Brasil para implantar até 2025 a meta de redução de 37% dos gases de efeito estufa (GEE). Evento no dia 12, em SP, terá coletiva de imprensa sobre o tema 06/11/2015
COMPARTILHE

O Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV/EAESP) realiza, junto às demais Iniciativas Empresariais em Clima (IEC), evento em 12 de novembro sobre a INDC brasileira com a presença do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Eles farão coletiva de imprensa sobre o tema no mesmo dia, das 11h15 às 11h45. 

Jornalistas que desejam cobrir o evento: entrem em contato com a assessoria de imprensa para o cadastramento ou envie nome completo, veículo e RG para os e-mails que constam no fim do release.

INDC, sigla em inglês para Contribuições Nacionalmente Determinadas Pretendidas, é um documento que contém o que o governo de cada país se propõe a fazer para reduzir as emissões de gases do efeito estufa (GEE) e que deve ser apresentado durante a Conferência da ONU para a Mudança do Clima (COP-21), que acontece em Paris, para se chegar a um acordo climático global.

O objetivo do encontro é promover um diálogo entre as duas pastas sobre os principais encaminhamentos que ocorrerão no Brasil em decorrência da definição da INDC brasileira, considerando as políticas públicas para os setores de energia, uso da terra, transporte e outros setores estratégicos para que o país chegue à meta de redução de 37% das emissões de GEE, com base em 2005, até 2025. 

No mesmo dia, os ministros receberão relatórios e estudos produzidos pela Iniciativa Empresarial em Clima (IEC) e direcionados ao governo. A IEC é formada por organizações da sociedade civil que atuam com o tema de mudanças climáticas no setor empresarial – Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS), GVces, Instituto Ethos, CDP e Pacto Global.

 

Interessados em geral devem se inscrever antecipadamente pelo site:

http://186.202.166.152/ces/htdocs/index.php?r=eventos/confirmacao&id=1319. 

PROGRAMAÇÃO – 12 de novembro

8h45 às 9h – Café de boas vindas

9h às 9h30 – Abertura institucional da IEC (Iniciativa Empresarial em Clima) e apresentação do Climate Change Hub com os representantes da IEC, da Embaixada do Reino Unido no Brasil e do Ministério do Meio Ambiente.

9h30 às 11h30 – Diálogo sobre as oportunidades e implicações da INDC brasileira

Diálogo entre os ministros Joaquim Levy e Izabella Teixeira; o presidente da CPFL, Wilson Ferreira Junior, e o presidente Executivo do Grupo Libra, Marcelo Araujo, sobre os impactos nos setores produtivos brasileiros com a INDC e os mecanismos financeiros e incentivos para transição de uma economia de baixo carbono.

Mediadora: Celina Carpi (presidente do Conselho Deliberativo do Instituto Ethos)

 

11h30 às 12h – Coletiva de imprensa

 

SERVIÇO

 

Data: 12 de novembro de 2015 (quinta-feira)

Horário: 8h45 às 12h

Local: Centro de Convenções do Complexo Aché Cultural

End.: r. dos Coropés,  88, 3° andar

 

 

 

Sobre o GVces

Fundado em 2003, o Centro de Estudos em Sustentabilidade (GVces) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) é um espaço aberto de estudo, aprendizado, reflexão, inovação e de produção de conhecimento, composto por pessoas de formação multidisciplinar, engajadas e comprometidas, e com genuína vontade de transformar a sociedade. O Centro atua na formulação e acompanhamento de políticas públicas, na construção de instrumentos de autorregulação e no desenvolvimento de estratégias e ferramentas de gestão empresarial para a sustentabilidade, nos âmbitos local, regional, nacional e internacional. Sua missão consiste em expandir de forma colaborativa as fronteiras do conhecimento, contribuindo para um desenvolvimento sustentável nos setores público e privado.

 

Sobre a FGV-EAESP

Criada em 1954, a Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) foi a primeira escola de administração fundada na América Latina e mantém uma longa tradição na formação de líderes nas áreas empresarial, governamental e acadêmica. Conhecida como um dos centros acadêmicos de maior prestígio nas disciplinas de Negócios e Administração Pública, a Escola se caracteriza pelo constante desenvolvimento de pesquisas e estudos pioneiros e pela vanguarda do conhecimento aplicado, divulgados em publicações e projetos realizados em seus diversos Centros de Pesquisas. Nos últimos anos, vários programas de seu portfólio de cursos foram listados em diversos rankings nacionais e internacionais. A FGV-EAESP se destaca como a Melhor Escola de Negócios no Brasil, com nota máxima na avaliação do MEC e como a primeira instituição da América Latina e uma das poucas no mundo a obter a tríplice acreditação internacional de qualidade de ensino, que inclui o reconhecimento das seguintes agências: AACSB, EFMD e AMBA.

Veja mais em: http://www.fgv.br/ces

 

Informações para a imprensa:

Insight Comunicação – Tel.: (11) 3284-6147

Claudia Izumi – claudia.izumi@insightnet.com.br

Luana Magalhães – luana.magalhaes@insightnet.com.br