FGVces lança os resultados do Projeto Pegada de Carbono da Carne Bovina Brasileira

O estudo foca na carne bovina voltada para a exportação para a União Europeia 13/12/2019
COMPARTILHE

No dia 26 de novembro de 2019, ocorreu o Lançamento dos Resultados do Projeto Pegada de Carbono da Carne Bovina Brasileira (PCCBB), na FGV em São Paulo. O evento reuniu cerca de 70 pessoas, entre pesquisadores, parceiros técnicos e institucionais do Projeto, além de empresas e associações do setor pecuário.

 

O principal objetivo do Projeto foi quantificar a pegada de carbono da carne bovina produzida no Brasil e exportada para a União Europeia, por meio da técnica de Avaliação do Ciclo de Vida. De acordo com Beatriz Kiss, coordenadora do Projeto, as tendências de rotulagem ambiental, associadas à demanda de consumidores cada vez mais exigentes e ao contexto de compromissos globais de redução de emissões de gases de efeito estufa (GEE), geram pressões sobre os fornecedores de produtos, que precisarão atender a novas exigências. Nesse sentido, quantificar a pegada de carbono da carne e de outros produtos relevantes para o PIB nacional passa a ser uma prioridade no cenário das exportações.

Os pesquisadores do FGVces, Beatriz Kiss, Ricardo Dinato e Juliana Picoli, apresentaram os resultados e destacaram os principais aprendizados obtidos durante os 30 meses de desenvolvimento do Projeto. Os resultados apresentados evidenciaram a fermentação entérica e a mudança direta no uso da terra como as principais fontes de emissão de GEE ao longo da cadeia de valor da pecuária. Melhorar a eficiência das atividades de cria (reprodução), evitar o desmatamento e promover a recuperação de pastagem são, portanto, medidas altamente relevantes para reduzir a pegada de carbono da carne bovina. Além disso, os resultados do estudo reforçam a importância do ganho de peso durante a prática de abate precoce: o abate mais cedo dos animais pode colaborar para a redução da pegada de carbono da carne bovina somente quando acompanhado do ganho de peso adequado.


Além disso, Annelise Vendramini moderou um painel com os especialistas Marcelo Morandi (Embrapa) e Paula Soares (Apex-Brasil), onde foram destacados os desafios metodológicos e de levantamento de dados do setor de pecuária nacional, além das oportunidades para o melhor posicionamento deste importante produto em mercados internacionais.

Para visualizar todos os relatórios elaborados por este Projeto, clique aqui.