GVces avança nos temas da ISO 26000

25/10/2010
COMPARTILHE

Em continuidade as atividades do Grupo de Trabalho sobre a ISO 26000, o Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVces) realizará mais dois encontros, quando serão debatidas as cláusulas finais que compõe a norma. Na última reunião (18/10) foram discutidos os temas relações trabalhistas e meio ambiente, além dos temas já finalizados em outros encontros, como accountability, transparência, respeito pelos interesses, identificação e engajamento dos stakeholders, direitos humanos, governança organizacional e práticas leais de operação, reconhecimento da responsabilidade social das empresas e sua esfera de influência, a integração e comunicação da RS por toda organização e a melhoria da credibilidade e dos processos relacionados à responsabilidade social.

O GT reúne representantes de 16 empresas de diferentes segmentos que se anteciparam, pela iniciativa do GVces, para a avaliação e identificação de aspectos da norma que são aplicáveis a suas atividades. O GT é conduzido pelo consultor Aron Belinky, representante do Grupo de Articulação das ONGs Brasileiras na ISO 26000 (GAO).

“As discussões nos permitem identificar nossas áreas de oportunidade, além de trocar e compartilhar experiências e desafios presentes em todas as empresas. O grupo de trabalho contribuirá, com certeza, para o aprimoramento contínuo e gradual das práticas de responsabilidade social nas empresas e, consequentemente, para o desenvolvimento sustentável”, considera Simone Veltri, gerente de responsabilidade social corporativa da Souza Cruz, sobre a importância do GT para as empresas participantes.

Como produto final dos encontros realizados desde agosto, o GVces realizará um seminário no dia 15 de dezembro onde serão apresentadas as lições apreendidas nos encontros realizados com as organizações participantes do Grupo de Trabalho, além de uma publicação prevista para 2011, que apresentará as principais práticas e conclusões referentes à responsabilidade social corporativa e à ISO 26000.


Saiba mais sobre o GT e sobre a ISO 26000