ID Local avança no debate sobre gestão empresarial e políticas públicas locais

21/06/2018
COMPARTILHE

A 3ª oficina da iniciativa ID Local (Desenvolvimento Local & Grandes Empreendimentos) teve dois focos: abordar os custos da não-articulação empresarial com políticas públicas e a relação entre desenvolvimento local, políticas públicas e licenciamento ambiental.

Para o debate sobre os custos da não-articulação empresarial com políticas públicas locais, contamos com a presença de Diogo Bardal, analista de investimento da International Finance Corporation (IFC). Bardal compartilhou com o grupo a visão da IFC sobre gestão de riscos socioambientais e as estratégias e ferramentas que a organização tem desenvolvido para compreender os impactos financeiros da não-incorporação dos riscos socioambientais na realização de um projeto privado. 

Mario Monzoni, coordenador do FGVces, também esteve presente e compartilhou a experiência do FGVces no acompanhamento de grandes obras pelo Brasil. Ele mencionou os impactos no fluxo de caixa dos projetos como resultado da perda de oportunidades de articulação entre as ações privadas com políticas públicas de preparação e planejamento dos territórios que recebem tais projetos.

A segunda parte da oficina foi dedicada ao debate sobre experiências que estabeleceram uma relação entre ações de desenvolvimento local, políticas públicas locais e licenciamento ambiental. Karin Matzkin, consultora da Synergia, compartilhou a sua visão sobre a dimensão social do licenciamento ambiental em ações de, por exemplo, revisão e elaboração de planos diretores, planos de saneamento básico, entre outros.

O próximo encontro de ID Local acontecerá em setembro e contará com o compartilhamento de experiências a serem selecionadas por meio desta chamada de casos de gestão empresarial e políticas públicas para o desenvolvimento local.