Iguais! Porém diferentes

Turma do FIS 13 apresenta Projeto Referência na FGV-EAESP, com o tema equidade entre homens e mulheres nas organizações 21/09/2016
COMPARTILHE

Por Cíntya Feitosa (GVces)

O que sustenta a desigualdade entre homens e mulheres nas organizações? Como poderia ser uma dinâmica que levantasse esse debate de forma lúdica? Existem organizações em que houve mudança de cultura em relação a esse tema?

Com essas perguntas, a 13ª turma da Formação Integrada para a Sustentabilidade (FIS) conduziu no dia 14 de setembro um world café com especialistas e convidados na apresentação do desafio deste semestre: gameficar a questão sobre equidade entre homens e mulheres nas empresas para provocar reflexão e mobilizar para ação. Os presentes compartilharam experiências e conhecimentos sobre o tema e também as expectativas em relação aos avanços nesta questão em médio prazo.

O kick off é o momento em que a turma se apresenta e reúne informações para desenvolver o projeto proposto para o semestre. O grupo também apresentou dados sobre desigualdade salarial e distribuição de tarefas entre homens e mulheres, além de questionar a exclusão de afazeres domésticos como horas de trabalho no cotidiano. Para a turma, entender a complexidade do tema é essencial para construir o debate e cumprir com o desafio proposto.

Somando as diferenças

No evento que marcou o pontapé inicial do desafio proposto, a turma também apresentou sua identidade. O grupo se identifica como Som@s, e justifica: 

“SOMOS quem somos.

Somos únicos e, por isso, não esquecemos de somar as diferenças.

Nossas individualidades trazem a criatividade e a inovação que precisamos tão urgentemente nos dias de hoje.

SOMAMOS e, na diversidade, SOMOS melhores.

SOM@S um grupo.”

Acompanhe as atividades da turma na página do Facebook e saiba mais sobre o FIS e o desafio proposto nesta edição.