Primeira reunião do Comitê Diretivo da iniciativa El Agua nos Une é realizada com organização do FGVces

Realizada em parceria com a Agência Suíça de Desenvolvimento e Cooperação, a reunião abordou a implementação no Brasil e ações futuras 12/05/2020
COMPARTILHE

Aconteceu, no dia 06 de maio, a primeira reunião do Comitê Diretivo da Iniciativa El Agua nos Une - SuizAgua Brasil.  Organizado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV (FGVces) e pela Agência Suíça de Desenvolvimento e Cooperação (COSUDE), o encontro virtual apresentou os avanços da implementação do projeto no país e discutiu estratégias de ações futuras. 

Dentre os 26 participantes estavam presentes representantes de instituições públicas e privadas, consultorias, ONGs, além das empresas CBA, Klabin e Votorantim Cimentos, que participam do projeto. 

Na ocasião, foi possível entender mais sobre a importância da Iniciativa El Agua nos Une na gestão corporativa dos recursos hídricos. O diretor da COSUDE, Martin Jaggi, mostrou como a Iniciativa está organizada nos cinco países da América Latina (Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru) e como está impactando positivamente empresas e comunidades locais. 

Alejandro Conza, coordenador do El Agua nos Une – SuizAgua Peru, apresentou a experiência da Autoridad Nacional de Agua do Peru na implementação do Certificado Azul, que reconhece o esforço de empresas que monitoram e reduzem a pegada hídrica de seus produtos. 

Já a coordenadora da Iniciativa no Brasil, Annelise Vendramini, do FGVces, apresentou as atividades desenvolvidas no país e os principais desafios e oportunidade identificadas ao longo do processo de implementação.

A iniciativa El Agua nos Une é uma rede latino-americana que atua na gestão empresarial de recursos hídricos a partir da pegada hídrica. No ciclo 2019-2020, as três empresas participantes desenvolveram estudos de impacto e, atualmente, desenvolvem planos de ação para a redução da pegada hídrica. 

Como próximos passos, o projeto ainda realizará eventos para promover a comunicação e difusão do conceito de pegada hídrica e dos cases de sucesso em parceria com a Rede Brasil do Pacto Global e representantes das indústrias. Também serão realizadas reuniões para o planejamento da próxima fase da Iniciativa (2021-2022) com a Agência Nacional de Águas (ANA) e com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).